INSPIRAR É EDUCAR

FELIZ É AQUELE QUE TRANSFERE O QUE SABE E APRENDE O QUE ENSINA

EMMANUEL DE MERODE

Emmanuel de Merode

 

Príncipe Emmanuel Werner Marie Ghislain de Merode (nascido em 5 de maio de 1970) é o diretor do Parque Nacional Virunga na República Democrática do Congo (RDC) desde 2008.

 

Emmanuel é o segundo filho de Charles, o Príncipe de Merode, e de sua esposa, a princesa Hedwige de Ligne. Seus pais pertencem a duas das famílias historicamente mais antigas e influentes da Bélgica, a Merodes e a House of Ligne. Emmanuel não usa seu título hereditário em contextos profissionais; mesmo sendo legalmente um príncipe da nobreza belga.

 

Antropólogo , conservacionista e piloto , Emanuel de Merode tem se esforçado para controlar o comércio de carne de caça e proteger a vida selvagem em perigo na África Central e Oriental. Seu foco principal tem sido apoiar o trabalho de guardas florestais africanos em áreas afetadas por conflitos, impulsionando o desenvolvimento econômico em parceria com as comunidades locais. Seu trabalho foi principalmente nos parques do leste da RDC (República Democrática do Congo), trabalhando para sustentar os parques nacionais durante a guerra civil de 20 anos. Merode é autor de quatorze artigos científicos e co-editor do livro Virunga: A Sobrevivência do Primeiro Parque Nacional da África.

 

Ele agora mora na sede do parque em Rumangabo, na fronteira com o setor de gorilas das montanhas do parque. Os 680 guardas florestais do parque estão sob sua direção e grande parte de seu trabalho está focado em proteger a vida selvagem excepcional do parque, incluindo populações criticamente importantes de gorilas da montanha, elefantes, ocapis e chimpanzés.
Seu papel na manutenção da administração do Parque durante a Rebelião M23 foi coberto pelo documentário britânico Virunga, indicado ao Oscar. Ele falou sobre seu trabalho e o trabalho dos guardas de Virunga em uma palestra do TEDxWWF, “Uma história de conflito, renovação e esperança”. Sob sua liderança, o parque de Virunga abriu ao público novamente em 2014.

 

Em 15 de abril de 2014, Emmanuel de Merode foi gravemente ferido por homens armados não identificados durante uma emboscada na estrada entre Goma e Rumangabo, horas depois de uma reunião com o promotor estadual. Foi relatado que, durante esta reunião, Merode apresentou um relatório sobre o inquérito de quatro anos do parque nas ações de uma empresa de petróleo que estaria a explorar ilegalmente petróleo no Parque Nacional de Virunga.

 

Merode retornou ao Parque Nacional de Virunga no dia 22 de maio de 2014 para retomar suas funções como Diretor do Parque. Uma linda e real história de propósito, amor ao próximo, a natureza e ao meio ambiente.

CHALLENGING YOUR DREAMS

008_marau.jpg

Grace Downey e Robert Ager

 

Grace e Robert sempre foram um casal que adorava viajar, acampar e se aventurar pelas estradas e campings do Brasil e do Mundo.  Depois de um tempo juntos, decidiram largar tudo e realizar o sonho de suas vidas: viajar pelo mundo de carro.

 

Tudo começou com um sonho e um desafio, e foi daí que surgiu o nome “Challenging Your Dreams” (Desafiando Seus Sonhos).

 

Foi assim que em 2002, deixaram São Paulo para trás e partiram com uma Land Rover mundo afora. Essa incrível viagem passou pelos quarto cantos do globo, transformou um sonho em realidade e mudou para sempre suas vidas.

 

A viagem levou três anos e sete meses, encerrando o primeiro ciclo em meados de 2005. Apesar de muitas novidades, nunca deixaram de pensar sobre o dia que pegariam a estrada novamente. A vontade de viajar e o espírito de aventura continuavam fortes como sempre, apenas esperando o momento certo.

 

Felizmente, esse momento chegou, e em dezembro de 2009 lançaram um novo projeto: Challenging Your Dreams – Brasil por Terra. Essa aventura, que levou quase um ano, percorreu o Brasil todo, visto de um ângulo diferente, fora da rota comum e apartado das principais atrações turísticas.

 

O objetivo desta vez era explorar este país da mesma forma que fizeram antes: devagar, por terra, vivendo e viajando com simplicidade e sentindo aquela experiência que só o estilo de vida overlanding oferece. A ideia foi demonstrar que este país pode ser um destino tão popular como qualquer outro no mundo.

 

Atualmente eles participam de eventos e feiras, realizam exposições de fotos e ministram palestras para empresas, faculdades e escolas por todo o Brasil. Challenging Your Dreams se tornou uma inspiração para MUITAS pessoas por todo o Brasil e certamente pelo Mundo afora.

 

Tivemos o prazer de conhecer a Grace no encontro nacional de Land Rover em Garopaba (2018) e ressaltar o quanto foram importantes e relevantes inspirações para a nossa mudança de vida. Nos cabe agora repassar todo esse aprendizado e nos tornarmos multiplicadores de valores que cultivamos e acreditamos. Grace, Robert, nossos sinceros agradecimentos por inspirar nossas aventuras.

 

COXLESS CREW

 

Laura, Isabel, Natalia, Emma, Meg, Lizzane

 

Essas seis mulheres corajosas, conhecidas como Coxless Crew, partiram do Oceano Pacífico, em um barco a remo, dos Estados Unidos da América em direção a Austrália.

 

Enquanto remaram mais de 8.000 milhas durante nove meses ao mar, enfrentaram desafios mentais e físicos extremos que precisaram superar para conquistarem o objetivo principal, atravessar o Pacífico em prol de uma boa causa. Esta é uma história de perseverança, amizade, propósito, conquista, equilíbrio, união e respeito escrita por essas 6 GRANDES mulheres.

 

Durante a travessia, as meninas do Coxless Crew lançaram uma campanha para gerar visibilidade e conscientização de todos a respeito do tratamento contra o câncer de mama e arrecadaram o valor de £65.000 para duas instituições de tratamento e combate ao cancer: Walking With the Wounded e Breast Cancer Care.

 

Muitas mulheres  enfrentam extrema adversidade na luta e tratamento contra essa doença e, através de atitudes de impacto como esta, é possível ajudar de alguma forma, seja através do exemplo em lutar por um propósito que realmente acreditamos, ou por nos doarmos por inteiro em causas que realmente acreditamos.

 

Ao completar este desafio, a equipe deseja inspirar outras pessoas a alcançar seu próprio potencial e a enfrentar os desafios que a vida lhes lança, sejam eles grandes ou pequenos. Todos nós teremos que enfrentar nosso próprio “Oceano Pacífico” em algum momento de nossas vidas.